♛ Ciclos Eternos: Superfície – Caroline Factum

 

Por Estefania Cristina

Ola meus queridos leitores! Já tem um tempo que estou ansiosa para falar sobre esse livro!

No segundo volume de Ciclos Eternos a escritora Caroline Factum nos convida para uma reflexão mais profunda sobre a sociedade em que estamos. Através da fantasia ela nos coloca a prova em cenas, onde, os personagens que em seus mais íntimos pensamentos, nos faz meditar sobre sentimentos que vão além de palavras.

 

“A palavra suicídio assusta a grande maioria, no entanto, estamos cercados de suicidas vivos e ignoramos; Quantas pessoas estão apenas arrastando seus corpos pelo dia a dia, sem realmente viver?”

Eu me peguei filosofando e discutindo com os personagens em vários momentos nessa obra. A primeira questão levantada –no qual achei incrível –foi o tema: Superficialidade.

“Não é por isso que chamamos de Superfície, e sim pela superficialidade que a maioria dos mortais apresentam.”

Muitas pessoas quando se sentem perdidas dentro si mesmas, acabam adotando comportamentos superficiais para escapar de toda a dor que lhes infligem no momento. E é isso que a nossa personagem, Sâmia faz, ela muda tudo em sua vida.

“Ela não fazia ideia como suas palavras e energia haviam modificado sua vida.”

Porem, a mudança que ela vive embora em certos pontos muito positiva, não lhe preenche, por que o sentimento que ela usou de gatilho para alcançar suas conquistas não eram genuínas em certos pontos, embora o propulsor – Kevin, personagem favorito em Superfície –fosse. E ela não acredita ser merecedora da felicidade que se encontra ali, tão próxima dela.

“Então lhes pergunto quem sofre mais? Aquele que mergulha em um mundo de fantasias e deixa a decepção povoar lhe cobrindo de remorsos ou aquele que sofre as previsões do inevitável desastre, preenchendo sua alma com amargura a cada instante vivido?”

Após trabalhar no primeiro livro –Submundo –com a questão do prejulgamento, a Caroline Factum nos leva para o segundo tema em Superfície: medo e a culpa. O que fazer quando você percebe que cometeu um erro por medo? O que fazer quando essa ação lhe faz sentir culpa?

Parece fácil resolver esse problema? Acredito que nem para todos. Às vezes a pessoa está tão imersa na culpa que não enxerga a saída, acaba por aceitá-la como companheira.

“Gostaria de fazer algo mais por ele, mas sabia que algumas pessoas não podiam ser ajudadas, elas tinham que se encontrar primeiro.”

O segundo volume tem uma pegada diferente do primeiro, talvez seja pelo fato de estar se passando no mundo humano, ou seja, lidando com monstros tão reais, quanto aqueles que vivem dentro  do jogo, no qual Sâmia encontrou.

Será capas o Rei, Jahean, libertar a Sâmia de todo esse medo e deixa-se ser salva pelo amor? Leia Ciclos Eternos: Superfície e descubra os mistérios por trás desta obra.

Você encontra este livro para comprar através do site, Ciclo de Autores.

Por Estefania Cristina, autora da obra, O Relicário: A Historia dos Mundos.

2 Responses to ♛ Ciclos Eternos: Superfície – Caroline Factum

  1. Fany, eu adorei a resenha, parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.