♛ Meu Amigo Michael – Frank Cascio

Por Estefania Cristina

Um artista não é apenas um produto! Uma artista de verdade inspira pessoas a serem melhores, ou se sentir melhores!

Lembro-me da primeira vez em que vi MJ em “Thriller”. Tive uma sensação de espanto, de tão encantada que eu fiquei.

A paixão na qual Michael Jackson exercia sua carreira transbordava em cada detalhe que se comprometia a fazer!

Michael Jackson foi o primeiro mentor que eu escolhi e o Frank Cascio também.

Quando eu penso que as coisas são difíceis eu olho para o passado dele, quando eu penso que é impossível eu olho aonde ele chegou, e quando eu penso em perder a fé eu vejo as pessoas que ele ajudou e as causas que defendeu.

Aprofundando na obra Meu Amigo Michael:

Eu amo livros impressos! Como diria Michael, dá vontade de beija-los quando são bons! “Meu Amigo Michael” é escrito por Frank Cascio. Frank nos relata sobre seu ponto de vista como foi ser amigo desse ícone. Para quem não sabe Cascio, conhece Michael desde seus cinco anos de idade. Foi de amigo a funcionário Pessoal quando se tornou adulto.

É uma linda historia de amizade e lealdade. Imagino como foi para Frank conhecer o verdadeiro Michael e lhe dar com todos os desafios e encantos que poderia trazer essa amizade. Eu lhe admiro muito Frank, sua honestidade e lealdade o tornaram pilar de uma historia. Acredito que você veio ao mundo, para cumprir a missão mais nobre que alguém pode ter: Ser um amigo!

Essa patente Frank não é dada para qualquer um. Somente para aqueles que merecem. Um amigo é o que nos mantém em pé muitas vezes. Um amigo tem fé em nós, quando a situação esta tão complicada que ate nós não conseguimos mais ver a luz. Você teve fé no seu amigo!

Tenho certeza de que Michael foi muito grato, por toda a diversão e apoio que você lhe deu. Assim como você também foi grato por todo o aprendizado e aventura que ele lhe proporcionou. Foi uma grande aventura não é Frank?

“Acima de tudo, no entanto, eu descobri o valor e a beleza de um coração aberto. Mas, também aprendi lições duras… o desafio de se manter uma amizade complexa e preciosa num ambiente hostil e competitivo.”  — Pág. 307.

Frank só confirma aquilo que já sabemos: que Jackson, congelou sua infância para viver uma vida de adulto. E quando finalmente teve dinheiro e “liberdade” resolveu criar um mundo onde ele pudesse ser o que desejar — O racho: Neverland — vivenciando tudo que não teve quando criança.

 Embora eu saiba que foi uma fase difícil a infância de Michael, é impossível direcionar os agradecimentos ao Sr. e Sra. Jackson por ter trazido ao mundo essa estrela e acreditado que ela poderia brilhar. A melhor coisa é quando nossos pais acreditam no que somos capazes de fazer.

MJ mudou a historia da musica, “sendo um dos mais eletrizantes artistas que o mundo já viu”. Bateu recordes de venda, “gastou centenas de milhões de dólares com caridade.” “Mas, quem é Michael Jackson quando não esta de baixo dos holofotes”?

“Acho uma ótima ideia. É um momento de reflexão só seu, em que você esvazia a mente e manifesta o que deseja. Quando alguém medita, é como se estivesse plantando uma semente. Se você planta-la em sua mente, ela manifestara a realidade.” MJ. Pág. 93.

 Acredito que um homem tão complexo deva ser dividido em partes: O Ser humano Michael, O Rei e a Industria MJ.

Michael humanamente é uma das pessoas mais dóceis e engraçadas que eu já “conheci”. E como Rei, foi a pessoa mais inspiradora e forte. 

 “Não há menor duvida de que Michael fez muitas coisas boas pelo mundo, mas, embora as pessoas soubessem disso, ainda era difícil para elas conciliar sua generosidade e filantropia com o restante de sua personalidade publica.”  Pág. 239.

Eu já conheço a historia de MJ, mas vê-la de forma tão pessoal foi muito emocionante, e me fez ter vontade de chorar novamente pela perda dessa estrela. Michael brilhou intensamente, e essa luz — assim como moscas — atraiu inveja e ganância.

“Ele perdeu a fé na honestidade do ser humano do ser humano. Se antes via somente o lado bom das pessoas, agora se preocupava com as intenções daquelas ao seu redor.” — Pág. 77.

Eu vejo muitas pessoas dizendo “Eu odeio gente que fofoca”, “Eu odeio Mentira”, “Eu odeio injustiça”. Mas, muitas se sentem no direito de fazer pré- julgamentos, pois um artista se torna uma pessoa publica. Uma pessoa publica ainda continua sendo um ser humano que sofre quando injustiçado.

“Porém, o que Michael nunca pareceu capaz de entender foi como a opinião volúvel do publico a seu respeito fez com que as intenções de pessoas como Bashir fossem igualmente volúveis, o que o deixou vulnerável de uma maneira sem precedentes à mídia faminta por escândalos.” Pág. 252.

Mas, muitos o viram como uma pessoa bizarra, pois compraram aquilo que a mídia vendeu. Já disse que não devemos acreditar em tudo que surge, sem antes fazer uma pesquisa? Não? Estou falando agora. Pesquisem!

Não acatem tudo que a mídia diz, muitas vezes é mentira, muitas vezes é manipulado! Se vocês lerem esse livro, entenderam melhor o que eu digo. 

“Com Michael, aprendi a explorar o mundo através dos livros; graças a ele, tive a oportunidade de apreciar os diferentes povos, lugares, religiões e culturas do mundo.” Pág. 307.

Devemos aprender a ver as pessoas com os olhos mais cheios de amor, ver nelas o ser humano brilhante e também falho que pode existir. Afinal, ninguém é perfeito, mas MJ passou a vida inteira tentando como todo perfeccionista.

Embora uma sombra tenha tentando ofuscar esse astro, sua estrela brilhou intensamente. E ninguém pode discordar no talento e na magia que ele se propôs a trazer.

Admiro a historia de vida de Michael, sou suspeita para falar. Mas, o livro do Frank “Meu Amigo Michael” publicado pela editora Sextante é ótimo. Você tem a oportunidade de ver um pedacinho da vida do Michael pela fresta de uma porta. Michael deixou sua marca na historia!

Para você que é um sonhador e deseja fazê-los se tornarem reais, esse é um livro inspirador. É uma historia real de que sonhos são possíveis! Obrigada Frank, por nos trazer esse livro!

Por Estefania Cristina, autora do livro O Relicário – A História dos Mundos.

Primeira imagem Frank criança. Segunda imagem Frank adulto. No livro tem varias fotos e na net também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.